Tradicionalmente bem feito.

Numa altura em que as máquinas substituem os homens, as mondas dão lugar às químicas, e a quantidade prefere-se à qualidade, o que nos chega à mesa já não é o que era. Já não o é em sabor e já não o é em categoria.

Os produtos D. Luiza são feitos como dantes. Sem químicos ou processados, por acreditarmos que é a forma como se faz que dita a qualidade. São produtos que preservam os saberes e práticas tradicionais que tão bem caracterizam e distinguem o nosso Alentejo como região agrícola de excelência. Porque ainda temos muito a aprender com os mais antigos. Em especial, na forma como sempre conseguiram criar os melhores produtos, tratando a terra com respeito.

Se antes não podíamos replicar o sabor das comidas da mãe e da avó, agora já podemos. Outra vez. E sempre.

Traditionally well made.

In an era when machines replace men, where traditional weeding is being replaced by chemicals and quantity is now preferred to quality, it’s fair to say our food isn’t what it used to be. Neither in flavour nor in quality. That’s why it’s important for D. Luiza to create products that are made just like they used to be — free of chemicals, or in any form processed.

We genuinely believe that production methods dictate quality. Our products preserve the traditional knowledge and practices that characterise and distinguish our very own Alentejo as a region of agricultural excellence. It also proves a point: that our elders still have many, many things to teach us. Especially, regarding the link between extracting the best out of our land, whilst providing the care and respect it reserves.

If our own mother and grandmother’s food once seemed out of reached, we can now taste it once more. Again. And again.